Tem FM
  • Bom Retiro do Sul/RS

Não tem como ganhar "contra o homem de preto", afirma Renato

Técnico disparou contra a arbitragem do argentino Germán Delfino

O técnico Renato Portaluppi abriu uma exceção na sua cartilha de não comentar a arbitragem dos jogos. Indignado com a derrota do Grêmio para o Deportes Iquique, ele creditou o resultado apenas à atuação do argentino Germán Delfino. "Contra o homem de preto, não tem como ganhar uma partida", afirmou nesta quarta-feira.

"Ele inventou um pênalti quando o Grêmio dominava o jogo, depois inventou uma falta. Vai fazer o que? Passar por cima?", ironizou Renato. "Só se der o apito para os nossos jogadores", reforçou o treinador.

Por conta desses supostos erros, ele frisou que não comentaria o desempenho técnico do seu time. "Hoje não conseguiu a classificação pelo que vocês viram que aconteceu dentro do campo. Por isso, Vou falar somente da arbitragem. É inadmissível numa Libertadores ter uma arbitragem dessa, com dois erros fatais", argumentou. "Eu não falo disso, mas tem horas que não dá para se calar", relatou o técnico.

Renato também descartou que tenha faltado "postura de Libertadores" para os gremistas, para encarar o juiz. "O que podia passar de malandragem para os nosso jogadores eu passo toda hora", frisou. "Nós não perdemos na malandragem. Foi para arbitragem, pois quem manda dentro do campo é o juiz", definiu.

Link Notícia
Fonte: Correio do Povo | FOTO: Correio do Povo