Tem FM
  • Bom Retiro do Sul/RS

Tripulação de San Juan reportou sobre falha ainda em setembro

A tripulação do submarino argentino ARA San Juan reportou sobre uma falha na embarcação ainda em setembro, comunica a edição Clarín citando um relatório da Marinha da Argentina.

Todas as informações Sputnik Brasil

De acordo com a edição, em setembro deste ano, a tripulação de San Juan informou sobre uma falha no snorkel (dispositivo que permite a renovação de ar nos submarinos, quando em submersão), o que levou à entrada de água na embarcação. Contudo, nesse mês foi evitada a inundação dos compartimentos importantes. Segundo o relatório interno da base naval de Puerto Belgrano, em 2018 o submarino devia ser reparado. Porém, de acordo com Clarín, este relatório não foi estudado pelas chefias da Marinha Argentina.

O ministro da Defesa argentino, Oscar Aguad, ficou sabendo da existência do relatório há somente alguns dias atrás, no quadro da investigação em andamento. Enquanto isso, depois de comunicação sobre a falha, o submarino foi ao mar várias vezes, não tendo sido registradas quaisquer outras falhas.

Anteriormente, o representante oficial da Marinha argentina, Enrique Balbi comunicou que especialistas detectaram os locais no oceanoonde o submarino desaparecido poderia estar.

O submarino da Marinha da Argentina ARA San Juan desapareceu em 15 de novembro. Durante a última ligação, a tripulação do navio informou sobre um acidente. A bordo se encontravam 44 tripulantes, inclusive a primeira submarinista argentina, Eliana Krawczyk. A embarcação foi construída na Alemanha e começou a fazer parte da Marinha da Argentina em 1985.

Na quinta-feira (30), quinze dias após o desaparecimento do submarino, a Marinha da Argentina decidiu interromper as buscas por sobreviventes.

Link Notícia
Fonte: SPUTNIK BRASIL | FOTO: © REUTERS/ Armada Argentina